Um blog de Moda e História

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Oxford: moda masculina na cena feminina



Amelia Bloomer, teórica americana dos direitos das mulheres e advogada, embora não tenha criado o estilo conhecido como bloomers teve seu nome associado a ele durante muito tempo. Todavia, foi somente com Chanel que a calça e o “estilo masculino” ganharam prestígio,  mesmo que até Chanel tenha recebido críticas por “tirar das mulheres toda feminilidade”. Marnie Fogg assinala que as calças pijamas, com seus tecidos macios e fluidos, sob o nome/marca Chanel eram bem diferentes das calças utilizadas pela atriz Marlene Dietrich nos anos 1930. Ressalta ainda que a opinião contemporânea era inequívoca: o terno de calça comprida era o traje dos sexualmente ambíguos. (FOGG, Tudo sobre moda, 2013: 266)



Marlene Dietrich também se destacou por utilizar em sua indumentária outros símbolos do guarda-roupa masculino. Suas atitudes nos filmes também foram objeto de polêmica:
 “Vestida de homem, Dietrich também mantinha um comportamento assertivo, temperado com desenvoltura suas características indiscutivelmente femininas: a antítese do estereótipo feminino da loura submissa” (FOGG, Tudo sobre moda, 2013: 267)
 Marlene Dietrich (1901 - 1992)


Também nessa esteira, Fogg assinala que Yves Saint Laurent introduziu o smooking na moda mainstream dos anos 1960. Aos poucos e cada vez mais os trajes masculinos foram incorporados ao vestuário feminino, em grande medida influenciado pelas atrizes de cinema que usavam tais trajes não apenas em seus filmes e encenações, mas também no dia a dia. Na vaga dos trajes apropriados pelas mulheres encontravam-se também os sapatos fechados.

É nesse ponto que quero destacar o Oxford, sapato inicialmente utilizado por homens. Não sei ao certo a data de seu surgimento, e nem se sua associação se dá de maneira semelhante à das calças Oxford que foram legadas ao estudioso inglês Harold Acton, por fazerem parte de um estilo usado durante seus anos no college Christ Church, em Oxford, por volta de 1925. O fato é que nos anos 1940 já podemos acompanhar por fotografias os sapatos Oxfords  com o terno zoot, terno utilizado por jovens negros, que gerou certa polêmica nas classes mais altas das sociedades americanas. O Oxford clássico, com bico decorado e  preto e branco, dessa forma, foi apropriado por outras classes sociais - se não inventado por elas -, e não somente pela elite.

Na mesma época, nos anos 1940, com o estilo de campus universitário chamado de bobbysoxer, os oxfords caem de vez na graça popular e com mais evidência nos pés femininos. Com saias cortadas no estilo escocês, blusa de gola Peter pan e suéteres, o Oxford feminino é composto com lindas meias até o tornozelo ou a altura do joelho.


“Além disso os adolescentes evitavam o suéter definidor do talhe, preferindo o ‘sloppy Joe’, um suéter grandão que caia solto pelo corpo quase até os joelhos, com uma gola virada, bainha e punhos, muitas vezes apanhado no guarda-roupa do pai ou do namorado” (FOGG, Tudo sobre moda, 2013: 311)

A Moda retirou peças e acessórios masculinos e inseriu-as no vestuário feminino. Podendo chegar até o movimento inverso, hoje não raro vemos os mais conservadores ressaltarem que homens de Oxford são sexualmente ambíguos, uma volta à mentalidade dos anos 30 apropriada ao sabor do momento. 



fonte da foto: Mycherryfashion

Como vimos as questões relativas ao uso de determinadas peças do vestuário são mutáveis, assim como esses objetos de consumo são sempre reapropriados e com isso as opiniões decorrentes de seus usos. As questões não param por aí, os oxfords hoje, masculinos ou femininos, estão disponíveis em diversos modelos e cores, o que possibilitam diversas formas de combinação podendo ser usados como componentes de um look diurno ou noturno. Abaixo seguem alguns exemplos retirados do Lookbook

   Lookbook: Rachel-Marie Iwanyszyn                             Lookbook:Edva Siqueira
     Lookbook: Zoe S                                                           Lookbook: Alana Ruas

Lookbook: Sirma Markova                                                  Lookbook: Sistske L


E já que o assunto é oxford: fotos do look do dia!
Até a próxima publicação! Suelen Caldas






2 comentários:

  1. I love your dress so much. Oh wait, no. I love the whole look, and you are just perfect <3


    Hope you have a great day and greetings from Paris
    Sofia
    http://nuagedemoutons.blogspot.fr/

    ResponderExcluir
  2. Thank you! I loved your blog and your photos! beautiful looks!

    I will also follow you on lookbook and facebook!

    Kisses! <3

    ResponderExcluir